segunda-feira, 26 de julho de 2010

Reforma e construção pessoal

Já pensei em publicar um manual de vida de solteiro. Coisas que faço bem como: cozinhar e lavar louça. O restante do trabalho de casa, limpar, varrer e coisas do tipo, eu corro para bem distante, confesso. Daí o manual ia sair com duas páginas: uma de comida rápida e outra com uma marca de detergente.
No fim, quem sabe é quem vive. E viver sozinho não é fácil.
Quando você encara uma reforma então, a coisa piora. Meu pai - que para mim já era um santo, a coisa mais próxima de deus que conheço - me ajuda de uma forma que não vou conseguir retribuir nunca, pura e simplesmente pelo fato de não ter como medir o que ele faz. Cuida de tudo, mas ainda fica a minha parte por fazer, o meu toque afinal, é a minha casa.
Mãe é a pessoa que dispensa palavras. Tenho sorte de ter algumas espalhadas pelo mundo. A que me carregou no ventre já superou aquela coisa de parecer com deidade, sempre será mais que isso. Mãe é mãe, é uma palavra que não cabe na boca de quem fala, muito menos nos ouvidos de quem escuta e estoura o coração de quem sente. Quem me liga, me pergunta da alergia, me cobra se tirei a roupa do varal e diz que vai lá para ajudar a arrumar tudo depois da reforma.
Nos dois parágrafos anteriores descrevi como me tratam as duas pessoas que um dia sonharam comigo, que me esperaram, que tiveram paciência de me limpar, dar banho e cuidar dos meus joelhos machucados...
Hoje quando preparo a minha casa pensando na minha família, numa outra fase, nos meus filhos, um monte de coisas vem a minha cabeça. De como o tempo passa rápido para quem tem pressa; que cor vai ser o quarto do bebê, se menino ou menina se no ano que vem ou depois da faculdade.
Família, me ensinaram a ser assim...


1 comentários:

Partido Socialismo e Liberdade - Diretório de Imperatriz disse...

Sr. Blogueiro,
O partido Socialismo e Liberdade vêm mui respeitosamente convidar o Sr. blogueiro para a coletiva de imprensa de lançamento das candidaturas do Psol-MA, em especial das candidaturas de Saulo Arcangeli para o Governo do Maranhão e do Prof. Cleumir Leal a Vice governador e apresentar as bases do plano socialista para o Maranhão que será defendido pelo governador do PSOL. O plano tem por objetivo superar a miséria, a exploração dos trabalhadores e a desigualdade social, destacando a prioridade na educação básica, fundamental e superior de qualidade e o desenvolvimento econômico. Para alcançar esse objetivo buscaremos a participação dos trabalhadores, o verdadeiro vetor capaz de conduzir esse processo.
Data: 29 de julho de 2010
Local: Estúdio do PORTAL ATIVO, localizado à Av. Bernardo Sayão, 1443 – sala 01 (referencia prédio da BigBen, esquina com rua Piauí)
Horário: a partir das 9 horas da manhã
Saldações Socialistas,
Saulo Governador – 50
Vice, Cleumir Leal - 50
www.saulogoverndador.blogspot.com