quarta-feira, 15 de dezembro de 2010

O Pará Western

Charles nunca será visto em Ananindeua
John Danilovich, esse senhor de nome norte europeu é ex-embaixador dos Estados Unidos no Brasil e a mais nova vítima do Wikileaks. Johnny boy citou em relatórios feitos entre 2004 e 2006, quando do assassinato da missionária Dorothy Stang, que o Estado do Pará no norte do varonil se parece com o velho oeste americano; uma terra sem leis, isolado e pouco povoado. Foi lá, no Pará, que a simpática velhinha levou seis tiros apenas por aparecer em meio a casos de grilagem de terras como denunciante.
Claudia nunca ouviu falar em Calypso
Ora, todos sabemos que o que o embaixador fala tem muito de verdade e verdade maior ainda é que não acontece somente no Pará; aqui no Maranhão é comum o quadro pintado pelo diplomata; morrem padres, índios, policiais e até criancinhas de colo. O agravante do Pará é que ele avança na selva, as estradas são uma lástima e a madeira ainda é a principal riqueza dos pobres, pois a riqueza de verdade vem da mineração, entretanto, a corrida do ouro foi contida e todos os corredores foram superados pelo trem da Vale.
No Parázão de açúcar não tem Charles Broson tocando gaita, nem bonitão matador sem causa como Henry Fonda, no máximo teremos uma ou duas Claudias Cardinale com seios belos e fartos a saltar para fora da blusa enquanto quebra um tecnobrega - o que não suprirá a ausência de um bandido romântico e bruto ao mesmo tempo interpretado pelo saudoso Jason Robards. Ou seja, no Pará de meu deus não existem americanos, não se importam bandidos, apenas corifeus da igreja para morrer pelas mãos dos nossos "Manéus" e "Jãos". Não deu para entender que o Pará não é lugar para vocês? Para morrer no Pará é necessário - conditio sine qua non - que se esteja lá.
Obrigado, mas em questões de vida ou morte é melhor que se mate e se morra brasileiros no Brasil. Dorothy virará santa e será mais lembrada que os mortos pela polícia em Carajás. Dorothy morreu por esporte - e me crucifiquem por isso - no Pará do velho oeste o esporte mais praticado é o tiro.


segunda-feira, 13 de dezembro de 2010

O que você fez em dez anos?

Alguém aí lembra da virada do milênio e o medo do fim do mundo? Alguém aí recorda o "Bug" pela virada das datas dos computadores? Lembra de todos os seus amigos do ensino fundamental?
Agora, já mais perto dos trinta isso parece remoto para mim. E foi só a dez anos. Dá pra contar nos dedos das mãos. Há dez anos eu terminava meu primeiro ano do ensino médio - alguém me explica como funciona o ensino médio agora? - e era uma fonte de expectativas sem perspectivas. Menino, pobre, feio, burro e morando longe; ainda não venci, contudo, as coisas tem melhorado.
Já falei sobre a divisão de tempo, uma hora, um dia, um ano, uma década, um século e se caminha dessa forma: devagar mas, sempre. O tempo passa e a conceituação de um lapso de dez anos é mais doída. A casa dos vinte é mais clara, você se reconhece quando olha para trás, pode ver o que acumulou de amizades - seu patrimônio social -, bens, grana, decepções.
Uma década! Caramba cara! E o Marcos casou teve filho, Ronaldo a mesma coisa, Flávio só casou, eu também e uma vez a mais.
Já não corro mais como corria, nem tenho a mesma disposição depois de alguns anos de trabalho não se chega em casa como um garoto. Não sou mais tão criança assim, pelo menos não fisicamente.
Concluo, é chegada a hora da prole, meu tempo já passou. Meu tempo sem ser pai.

segunda-feira, 6 de dezembro de 2010

A vida e o futebol




Não é fácil de explicar e nem poderia. Futebol é coisa que nasce com a gente, que comove, que alegra e entristece. Para muitos, o esporte é o que sobra, o que resta de uma vida difícil de trabalho, de convivências monótonas e situações incômodas. 
É na pelada do final de semana que tentamos nos redimir das lamentações das frustrações e desgraças pessoais. 
O grito da hora do gol é o choro do recém-nascido. O esporte promove crescimento pessoal. O futebol se confunde em tudo com o povo, os trejeitos de uma nação, a forma de ser, pensar e falar de toda a gente, o crescimento do esporte espelha o desenvolvimento do país.
Ontem, vinte e seis anos depois, o Brasil tem, novamente, no topo dos clubes da primeira divisão do futebol o Fluminense Football Club, os vivos viram, os cegos da pior classe podem contestar, contudo, o melhor está de pé e acima dos outros.
Minha mãe já não entendia, minha mulher não entende - tolera - mas, é o que temos para entreter de forma saudável, famílias, jovens e todo um país. 
No próximo final de semana eu estarei lá, na pelada, tentando ser uma pessoa melhor, calçando chuteiras, vestindo meiões e com o coração a mil, correndo, vibrando, interagindo e, quem sabe, tentando renascer de um gol.


sábado, 4 de dezembro de 2010

Só com poesia é que se passa...


Esta Tarde
(Os Paralamas do Sucesso)


Alguma invenção

Que faça o tempo parar esta tarde

Quando se for o sol

Que a luz desse dia nunca acabe

 
Esteja sempre perto, sempre longe dos covardes

O errado e o certo, pra ter raiva e ter piedade

 
Arcos de toda cor vão escrever teu nome

Na paisagem

Te levo pela mão

E o viajar já é mais que a viagem

 
Esteja sempre perto

Sempre longe dos covardes





terça-feira, 23 de novembro de 2010

Prazo de validade

O que é bom é para ser mostrado, lido e admirado. No Blog da Deane o post, "O ninguém da frase é você" me inspira a escrever sobre prazo de validade. É só pelo fato de quase ninguém perceber que para melhorar as coisas é preciso mudar, caminhar em direção da satisfação. Nem todo mundo vive uma vida em conjunto onde uma atividade completa a outra e a outra completa a uma formando uma teia que sustenta você passando para uma outra fase, uma vida nova.
As palavras de Deane parecem trágicas - e são - não fosse o final recheado de esperança e a certeza da volta por cima, da experiência ruim transformada em coisa boa, da credibilidade retomada com você mesmo para depois chegar até os outros. Não preciso falar aqui sobre sociabilidade ou civismo e as relações humanas em geral, o que interessa mesmo a todo mundo é o amor! Ora, é o amor que te levanta da cama, não se iluda, não perca tempo tentando ser sozinho. Descobrir o amor é uma sensação sem igual, a segurança que você sente, todas aquelas pequenas coisas, contudo... A dor da perda é proporcional.
Ok, e o prazo de validade? O amor acaba? Termina assim sem mais nem menos? Fica o amor travestido de mágoa? Na minha opinião, mágoa nem se compara ao amor, não é simples assim; amor é completude e mágoa é coisa de gente fraca; mágoa dói, amor dói, mas, é gostoso. Amor é liberdade, mágoa é uma cadeia, prisão onde você é o preso que quer sair e o carcereiro que quer te manter preso.
As coisas acabam... Não se engane, o amor que você sentiu um dia acabou, perdeu a validade, mas, a sua parte dele está aí, a sua disposição para amar de novo, para recomeçar, para sentir mais uma vez aquele frio na barriga; para fazer melhor que antes; para ser realmente feliz.
Você acaba... E as coisas valorosas são aquelas que acabam junto com você, não aquelas que morreram antes, que ficaram pelo caminho. Hoje você pode ser o ninguém da frase como a Deane falou, todavia, mais cedo ou mais tarde você será o alguém de alguém até você acabar; até você perder a validade.

terça-feira, 16 de novembro de 2010

De como ser quem você é

E as coisas parecem ser fáceis
Nem sempre
E os dias chuvosos são os melhores
Quando há o que te esquente
Sempre tem
Aquela sensação de dia bom
Aquela manhã cerrada
O cheiro de terra molhada
Minha cozinha não é forrada
Dá pra sentir a chuva lá em casa, amor.
Dá pra sentir o que chove
Ouve-se uma conversa molhada
Na cama limpa e quente
Dos dias de sempre
Nem lembro.
O dia é agora

Que sou eu, que somos dois.

sexta-feira, 5 de novembro de 2010

Dois shows, uma noite e tanto!

Aderson tietando o José Roberto
Pai, mãe e esposa, nós, os quatro e uma viagem no tempo. Dia 04 de novembro de 2010 marcou um show memorável na Romanos Pizzaria. José Roberto e Jerry Adriani - O Elvis brasileiro.
Algumas coisas vão além do show, o fato de estar com a família e descobrir que sei as letras de quase todas as músicas, são exemplos.
O ambiente é diferente de sertanejos e pagodes, o ambiente é de família. As pessoas vão para apreciar a música e recordar. José Roberto fez uma boa apresentação mas, Jerry Adriani foi irretocável, um artista como poucos. "Diz meu bem, o que foi que eu fiz?"



 
Uuuh!



Nilsinha aguentando o Aderson de porre.


quinta-feira, 4 de novembro de 2010

Laerte simplesmente genial!

quarta-feira, 3 de novembro de 2010

Uma pergunta

- Natal, você é cristão?
- Fui, mas, também tinha um twitter e por um motivo maior deletei as duas coisas.
- Ah tá... Era só pra tirar uma dúvida aqui...

segunda-feira, 1 de novembro de 2010

Bom dia Brasil!

Bom dia para você!

Você que gostaria de dirigir seu veículo sem que outras pessoas lhe atrapalhassem também com seus veículos pela rua!

Você que era classe média, não ficou rico mas viu o pobre chegar perto.

Você que odeia ver mendigos pelas ruas mas não vê a futilidade que tem dentro de si.


Você que odeia viajar de avião com pessoas de pouca renda na poltrona do lado.

Você que não vai mais ao shopping por conta da gentalha que vive por lá.

Você que trata mal seus empregados, responsáveis diretos pelo seu sucesso.

Você que explorou o meio-ambiente e agora está falido.

Você que se revolta pela forma como um inculto administra uma das nações que mais cresce no mundo.

Você que mora no Brasil, mas vive com a cabeça e o sentimento de bajulação no peito em relação aos gringos.

Você que diz que o seu país não presta.

Você que reclama da corrupção, fura  filas e avança com o seu carrão sobre pedestres na rua.

Você que sonega impostos e reclama da falta de investimentos no "social".

Bom dia para você que pensou um dia ser um "New Rich".

A você que é machista e que acha que mulheres não são capazes!

Bom dia meu camarada! Você não conseguiu, serão mais quatro anos! Não, o mundo não está de cabeça para baixo, o problema é com você!

sábado, 30 de outubro de 2010

A chuva

Alguns podem chamar de música. Eu prefiro chamar de privilégio...

A chuva, na voz da fadista Mariza...

quinta-feira, 28 de outubro de 2010

Em tempo...

Malu, pequena um girino praticamente...

Já é final de outubro e começamos a pensar que o ano já está no fim, mais um aniversário se passou ou vai passar, não emagreci, não malhei, não pintei aquela parede, nem tentei melhorar alguma coisa.
O ano de 2010 começou, para mim, assim como terminou o de 2009: carro batido, casa por fazer, contas a pagar e uma primeira semana de catapora que eu queria até esquecer se não fosse as cicatrizes que ficaram no meu rosto. Entrei o ano com ulcerações desde a sola do pé até o couro cabeludo.
Sempre queremos um pouco mais de tempo
Mas, é como dizia o poeta: "descobrir o verdadeiro sentido das coisas é querer saber demais". E o que parecia ser o prenúncio do fim se tornou aquele céu aberto após a tempestade. Aquele fim de tarde de sol baixo e morno com um copo de cerveja bem gelada. Uma mordida em uma siriguela suculenta, mel escorrendo no canto da boca. Um sorriso de criança!
Já sinto saudade de 2010.
Fui a outro país, conheci pessoas de outros mundos, caminhei, corri, voei, e chorei de saudade de casa.
Tanta coisa boa não cabe em um ano só. 2010 tambem resolveu minha vida de uma vez por todas. A vida de solteiro desrregrada se transformou na vida do homem do lar. Até então não sabia como ser assim.
Uma das poucas pessoas que me disseram: "eu odeio você!"; Me disse outra coisa igualmente sapiente até: "Amar é uma escolha.". Escolhi amar em 2010. Demorei, quase perdi, magoei, mas estou aqui, caminhando, agora um passo de cada vez somado a outro e mais outro.
Malu e açaí, amor que devora!
O homem inventou de dividir o tempo, criou o nome dia para o período de sol, lhe atribuiu uma escala de horas, somou todos eles e depois de um evento de ciclo, um giro em torno de si, começa tudo de novo, com novas chances, novas metas... Até agora não sei quem brinca com quem; se o homem brinca com o tempo ou o tempo brinca com o homem.
Malu, hoje.Todas as fotos são de 2010.
Já é quase novembro. Amigos casarão, outros amigos darão vida a novos amigos tudo ainda esse mês. Eventos inesperados, outros planejados.
Agora descobri, porque gosto tanto de relógios: mostram o quanto é séria nossa relação com o tempo. Com os anos que passam, com a vida que é pouca.
A minha vida agora é na medida.


quarta-feira, 27 de outubro de 2010

A sobrinha mais linda do mundo...


Eram os Deuses Astronautas?




Machu Picchu é um lugar sensacional. Nas fotos você não tem dimensão do que se trata, só estando lá para compreender, ou melhor, tentar compreender como aquilo tudo foi feito por volta de 500 anos atrás.
As construções são coisas magnifícas e insólitas quanto ao risco que é trabalhar à beira de um penhasco com pedras pesadas; e o que é mais intrigante: tudo planejado.
Machu Picchu é um grande conjunto habitacional tal como os que temos hoje. Foi modelada para abrigar um número "X" de pessoas. A cidade é dividida em áreas urbana, de cultivo, administrativa e religiosa. As casas tem cozinhas separadas do resto dos cômodos e pedras que já estavam no local foram modeladas de acordo com a necessidade. Tudo muito bem pensado.
A trilha que fizemos (Trilha Salkantay, cinco dias e quatro noites) garantiu que, hoje, com caminhos e estradas cortando florestas e campos, o acesso não é fácil, imagino há 500 anos. Fica claro que uma das intenções do povo Inca era o isolamento.
Li, já faz um tempo, Erich Von Däniken e descansando um pouco lá na montanha olhando para a uma construção soberba, você chega a pensar que o suíço tem razão. Eram mesmo os deuses astronautas.








terça-feira, 26 de outubro de 2010

Trilha no Peru - Cusco a Machu Picchu

Essas são algumas fotos, depois relato um pouco da viagem...








 

domingo, 10 de outubro de 2010

Tropa de Elite 2

O primeiro filme foi um soco no estômago! O segundo é um tapa na cara da sociedade politizada.

Tropa de Elite amadureceu, o primeiro já foi ótimo, o segundo é completo. A trama é bem feita, envolvente ,e a ação, como sempre, prende você na tela.
Capitão Nascimento não é mais capitão, trabalhando agora na secretaria de segurança do Estado do Rio de Janeiro descobre que seu inimigo é outro, e é invencível. 
Um abraço para a crítica, quem não gostar de Tropa de Elite 2 tem o que falar também mas, muito provavelmente, é a mesma laia que vibra com Jason Bourne e suas armações. Tropa de Elite é nosso vá! É realidade pura e desnudada.
O filme é sucesso e não foi pirateado antes de sair na telona. 
Aproveite, e veja o Cel. Nascimento tentando quebrar o sistema!

sábado, 9 de outubro de 2010

Machu Picchu é logo ali

A hora está chegando e como eu prometi vou contar um pouco de como é organizar uma viagem para fora do país, mesmo que seja um país vizinho como o Peru.

Passaporte

Nas minhas pesquisas encontrei algumas versões sobre a necessidade do passaporte ou não. Na verdade acho que não precisa. O problema é que sua identidade tem que ter uma foto recente, caso não seja assim é melhor tirar o passaporte. Para isso entre no site da Polícia Federal e vá clicando, preenchendo formulários, pague a taxa de R$ 156,00 - uma facada - e marque o atendimento. Vá até lá com todos os documentos que eles exigem e espere de oito a dez dias para que o seu fique pronto. Se você não votou nem justificou o voto, tenha certeza, não vai conseguir a expedição do passaporte. De passaporte em mãos parta para outro documento importante, a carteira de vacinação.

Carteira de vacinação
No Peru, e em outros países da América Latina há a exigência de imunização contra a Febre Amarela. Vacine-se, guarde a carteira que você vai receber no posto de saúde ou em qualquer outro lugar, nela deve conter a data - no mínimo dez dias antes da viagem, isso é importante - e o lote da vacina. 
Nosso voo passa por São Paulo e é lá que vamos, com a carteira de vacinação, no local de antendimento da ANVISA, transformar a carteira nacional em internacional, e é com essa que vamos chegar a Lima.

Planejamento

Para quem vai de mochila um planejamento minucioso é importante ou não. No nosso caso, planejamos a primeira semana, na qual vamos para Machu Picchu pela Trilha Salkantay e na segunda deixamos em aberto para conhecer a região sem nenhuma amarra a horários ou programações. Quando se está em viagens desse tipo conhece-se muitas pessoas e pode-se embarcar em um grupo e seguir a programação deles, isso vai depender da sua grana e disposição. Se prefere coisa mais certinha é melhor contratar uma agência de viagens, vai pagar bem mais caro por isso, mas corre menos riscos de ter problemas. 
Para a trilha que vamos fazer fiz uma pesquisa no site Mochileiros.com e concluí - mesmo sem muita ajuda dos editores do site - que era melhor comprar na hora pois, sempre sai mais barato fechar com a agência quando já se está lá em Cuzco.
Remédios
Serão cinco dias na trilha e para isso é bom se preparar fisicamente. Para quem não tem tempo, faça alguns exames antes e veja se está tudo bem. Leve consigo remédios necessários para dor, cólicas, ou outro qualquer que precisar. 

Agasalhos

Lá em Cuzco temos a previsão de 0º durante a noite nessa época do ano. Então meu caro, só o Brandy não vai dar para aquecer, muito menos uma cuzquenha ou cuzquenho - não conte com isso. Compre ou pegue emprestado agasalhos. Custam caro aqui no Brasil, ainda mais aqui no Maranhão. Comprei alguns em São Luís e outros tomei emprestado. No mais, calça legging da minha esposa para usar por baixo do jeans e meião do futebol também vai ser útil.

Mochila

Mochila cargueira era minha preocupação nessa viagem. Tinha medo de não encontrar para comprar em São Luís assim como não encontrei e Imperatriz mas, consegui. 
Para quem pretende comprar, a Curtlo Adventure 75l é ideal para mim, tem uma mochila de ataque que  se destaca da maior além de uma série de acessórios super úteis. Mas mochila é questão de utilidade, em uma viagem de longa duração como vai ser a nossa é sempre bom uma mochila grande e de qualidade, para outras viagens mais curtas é bom pensar no custo benefício pois uma Curtlo não sai por menos de R$ 475,00.

Hospedagem

Hostel, não pense em hotéis a não ser que sua viagem seja em lua de mel ou tenha grana para torrar. Em Cuzco, como vamos chegar as três da tarde, teremos tempo para pechinchar na lista dos hostels da cidade que conseguimos na pesquisa mas, o Pirwa é uma quase certeza. 

Língua

É importante que você saiba se comunicar. Não é necessário ser fluente mas, pelo menos arranhe um espanhol ou um inglês, vai facilitar bastante quando sair do país. No nosso caso, estamos prontos para a salada que vai ser entre inglês, espanhol e português. 

Fotos

Prepare uma boa câmera, nada de compactas, se você gosta mesmo de fotografia, e eu gosto, arrume uma semiprofissional e meta o pau a bater fotos da trilha e da cidade. Não se sabe quando vai voltar lá.

Bem, acho que é isso. 

Vou tentar postar de lá, postar as fotos das etapas da viagem e relatar as experiências. 

Hasta!


segunda-feira, 4 de outubro de 2010

A vitória de Roseana

Não foi fácil para Roseana ganhar a eleição, assim como não foi fácil para Jackson vencer no pleito passado, fácil mesmo só no tapetão como ela levou da penúltima vez.
A idéia que fica é de um revolta sem sentido. Comentava eu no blog do Carlos Hermes que não seria simples compor uma manobra de iguala aquela que levou Jackson ao poder. Ainda mais quando, no cair do véu, se percebe que eleição no Maranhão se resume a dinheiro.
Jackson não apareceu na campanha, para ser bem sincero acho que o terceiro lugar a ele foi uma vitória se contarmos que estava sem pernas desde muito. Seria primordial sim, em um segundo turno entre Dino e Sarney, assim como hoje temos o resultado das eleições presidenciais nas mãos frágeis da debilitada Marina.
"O Maranhão decepciona", dizem muitos, elegeram Roseana, Lobão, João Alberto e Murad como os mais votados. Não há lugar para mais nada depois disso. Ou há? O rateio de votos não foi suficiente, entre queda de helicópteros, falta de dinheiro e boatos de desistência Jackson Lago encerra sua carreira política. Flávio Dino já era a luz no fim do túnel; agora passa a ser uma tábua de salvação a qual não sabemos como irá se comportar com o poder na mão. No mínimo seis anos. É o que se espera para enxergar uma mudança no Estado.
Enquanto isso, esmola para servidores, descaso, estradas fantasmas, construtoras, corrupção da boa.
É, o Maranhão decepciona. E tirem a responsabilidade da baixada o Estado da arte da ignorância é aqui.


quarta-feira, 29 de setembro de 2010

Votar em quem?

Pedro: - Eu voto João Batista!
Natal: - Então você vota também em Roseana?
Pedro: - Não!
Natal: - Mas, são da mesma coligação, porque não votar nela tambem?
Pedro: - Meu voto para governador é do Jackson.
Natal: - E para presidente?
Pedro: - Voto Dilma!
Natal: - Porque?
Pedro: - Por causa do Lula.
Natal: - Mas o Lula tambem apoia a Roseana...

sexta-feira, 10 de setembro de 2010

Carrie Fisher (Só para Nerds)

A eterna Princesa Leia Organa.







Desacelerando

Easy
The Commodores
Composição: Lionel Richie


Know it sounds funny
But, I just can't stand the pain
Girl, I'm leaving you tomorrow
Seems to me girl
You know I've done all I can
You see I begged, stole and I borrowed! (Yeah)


Ooh, that's why I am easy
I'm easy like sunday morning
That's why I'm easy
I'm easy like sunday morning


Why in the world would anybody put chains on me
I've paid my dues to make it
Everybody wants me to be
What they want me to be
I'm not happy when I try to fake it! No!


Ooh, that's why I am easy
I'm easy like sunday morning
That's why I'm easy
I'm easy like sunday morning


I wanna be high, so high
I wanna be free to know
The things I do are right
I wanna be free
Just me! Whoa, oh! Babe!


That's why I am easy
I'm easy like sunday morning, yeah
That's why I'm easy
I'm easy like sunday morning, whoa
'cause I'm easy
easy like sunday morning, yeah
'cause I'm easy
easy like sunday morning

quinta-feira, 2 de setembro de 2010

Aforismos

- O céu pode ser um lugar muito bom, mas só para quem não bebe.


- O céu pode ser um lugar muito bom, para os crentes que não bebem.

- Quando o barco do seu casamento começar a fazer água, olhe bem, não é água, é cachaça.

- O melhor do casamento é ser padrinho.

- Quando sua mulher disser: "Cale a boca seu cretino mentiroso!". Ela já sabe.

- Na dúvida, se você não for masoquista, não case.

- O amor só acontece uma vez na vida, em todas as outras vezes você tem chances claras de ser feliz.

- A dor do amor não é pior do que a dor de ouvido e não chega nem perto da dor de dente. Procure não se envolver emocionalmente com seu otorrinolaringologista e passe longe do seu dentista. Qualquer combinação entre as três dores pode ser insuperável.

- A amizade é a melhor coisa do mundo, quando você tem uma mulher feia ela - a amizade - tem grandes chances de ser durável e sólida.

- A amizade é tudo na vida. A amizade com dinheiro é metafísica.

- Se tem alguma coisa muito errada no seu trabalho, observe, você faz hora-extra.

- Rei morto, alguns mortos, rei posto.

- Criança Esperança e Igreja Universal tem o mesmo propósito - e não é o de ajudar as pessoas.

- O dízimo é a estrutura semi-permeável ideal.

- O fluxo de caixa das igrejas é como o fluxo de qualquer rio. Só muda com uma grande explosão e ainda  é para acumular mais água.

- Veja, não há muito morreu o Leonardo Pareja.


Natal Marques

quinta-feira, 26 de agosto de 2010

Bom tempo!




"Satisfeito, a alegria batendo no peito
O radinho contando direito
A vitória do meu tricolor
Vou que vou
Lá no alto
O sol quente me leva num salto
Pro lado contrário do asfalto
Pro lado contrário da dor"


Chico Buarque de Holanda

quinta-feira, 19 de agosto de 2010

Feliz aniversário!


Desejo que você ame
E amando continue a ser amada
Que todos os dias sejam simples
Que sejam breves as manhãs que comecem com cento e tantos quilômetros
Que a vida passe devagar
Que a angústia dure pouco

Que o tempo, que se desfaz de nós
Seja nosso
Nossa noite vagarosa
Que seja esse dia mais feliz que ontem
Que a felicidade de amanhã seja imensurável

Felicidades ao amor!
Um parabéns
Um sonho real
A dois!


Amo você!

quarta-feira, 18 de agosto de 2010

Coisas de Imperatriz

Recebi por email, lembro de ter visto no Blog do Hermes eu acho... É humor, sem ser pejorativo...

Coisas de Imperatriz!

-Sinal Vermelho: Uma Toyota Hilux, Uma carroça, Uma bicicleta Monark barra circular (que vai ultrapassar e dobrar na contramão), Uma titan, Uma Biz e 8 pessoas que vão atravessar quando o sinal abrir - o sinal dos carros...

-Um professor de Google, Orkut, Twitter, Facebook e Blogger.

-Polícia que multa motoqueiro por viseira aberta.

-Cinco bairros em 1 Km quadrado.

-Um campeonato de futebol amador organizado.

-"As quatro-bocas".

-Um bar sempre nas esquinas das faculdades.

-A Farmácia do Ambrósio (Detalhe só vende cachaça).

-Cooper no aeroporto.

-Uma ponte inaugurada duas vezes.

-Mercado paralelo p/ Cantor de Brega.

-Pontos bem localizados, mas amaldiçoados, que mudam de dono e não vão p/ frente, principalmente os da beira rio e da praça da cultura.

-"Luau" com som automotivo.

-Quatro clientes com a mesma camisa no espetinho.

-Vasco e Flamengo transmitidos na Sky do Bar por 1, 50 R$.

-Motel com estacionamento exclusivo p/ bicicletas (divulgado na propaganda).

-Gente que mora na Vila Nova e diz que é "Jardim São Luís".

-Táxi-lotação (2, 50 R$ por cabeça).

-Sanduíche com creme de leite.

-X-Maranhão do Sul.

-Besteira "no mundo" tem aqui... (Só quem é da região entende a entonação da parte destacada)

-Diaxo de sol quente "daporra"!

-Ei, Dona Maria, tem cuzcuz de arroz, tem Dona Maria?

-"Cavalo de aço, cavalo de aço, em teu passado não há fracasso, o teu presente orgulha a gente"

-Rodoviária Fantasma.

-A Prefeitura que é fora do prédio da Prefeitura.

-Um prefeito que não pode ser derrubado segundo a legislação ambiental.

-Exportação de Panelada.

-Rum, "humhum"

-E um Iate Club que não tem um iate...

Rumo a Machu Picchu


Bem, esperava a confirmação e ela chegou. Estou partindo para uma viagem ao Peru no mês de outubro. A idéia é fazer a trilha Inca e visitar Machu Picchu saindo de Cuzco e ainda postar aqui os preparativos, toda a viagem até a volta.
Tenho dois meses para pesquisar, pechinchar e tentar aprender um pouco mais de inglês e espanhol.
Vamos viajar de mochila - eu e Lúcio - com pouca grana e muita disposição. Quero aproveitar e tirar das rodas de cachaça a conversa de bêbado viajante, tornando as histórias reais.
Tentarei detalhar ao máximo todos os aspectos de sair do Brasil para um país vizinho que guarda uma história maravilhosa.

Lá vou eu saber se os deuses eram mesmo astronautas!


Lá de São Paulo

Vi no Blog dos Malvados




Nem tudo na vida é estudo...


By André Dahmer

sexta-feira, 13 de agosto de 2010

Você para mim...

"Era isso!".


Talvez seja esse o meu pensamento mais repetido. Pensei em reformular algumas coisas na minha vida, ter de volta a alegria que me foi tirada depois da maior frustração que já passei. Vasculhei em mim, procurei o que poderia ser feito e, de bar em bar, percebi que estava no caminho errado.
Mas, li isso em algum lugar, os amores estão por aí nos pontos de ônibus, prontos a serem despertados por um esbarrão ou algo parecido, aguardando atrás das portas como crianças para te dar um susto. Buuuhh! Aconteceu comigo.
Para se estar na plenitude é necessário que se faça como o marceneiro que, pacientemente, desbasta uma peça até encaixar na outra, pois os materiais estão aí, brutos na natureza, não ainda lapidados, sem forma, como esses amores nas esquinas, atrás das portas.
"Viver no engano eu não vou mais!". Engano de si e para si... Eu sou o que sou, parece bobagem mas, não há pessoa pior para o convívio do que você mesmo tendando ser outro. Esse era o ponto de partida. Depois do amor sem forma, uma posição pessoal verdadeira para começar a odisséia do conhecimento, do jeito de ser, dos costumes dela.
Hoje são tempos idos o que escrevi acima. Hodiernamente, me sinto satisfeito em satisfazer, em me dar, em cumprir com a minha parte de um pacto fechado no íntimo de nós. Para todo dia, toda hora querer mais. Vivo bem comigo, antes não me suportava, e as vezes que chorei escondido era por dó, pena de quem estava aqui dentro pedindo o mínimo, viver, ver e ser visto.
Existia a outra parte, aquela mão que abre a escotilha e te desafoga; essa parte que eu não tinha. Nunca iria conseguir sozinho. Estranho que para ser você, você precise tanto de outra pessoa.

Era isso!

Era você!

quinta-feira, 12 de agosto de 2010

Pádua botando pra F...

Já participei diretamente de campanhas eleitorais mas, sinceramente, nunca tinha visto algo parecido como a campanha do renomado médico Dr. Pádua que se lança Deputa Estadual!
Das duas uma, ou ele está apressado e sendo mal orientado por conta da inexperiência ou, tem mais dinheiro do que todo mundo imagina. Porque, meus caros, para manter esse pique por mais dois meses haja catarata e armações para óculos de grau!

sexta-feira, 30 de julho de 2010

Vermelho

Vermelho
(Vanessa da Mata)


Gostar de ver você sorrir
Gastar das horas pra te ver dormir
Enquanto o mundo roda em vão
Eu tomo o tempo
O velho gasta solidão
Em meio aos pombos na Praça da Sé
O pôr do Sol invade o chão do apartamento


Vermelhos são seus beijos
Que meigos são seus olhos
Ver que tudo pode retroceder
Que aquele velho pode ser eu
No fundo da alma há solidão
E um frio que suplica um aconchego


Vermelhos são seus beijos
Quase que me queimam
Que meigo são seus olhos
Lânguida face
Seus beijos são vermelhos
Quase que me queimam
Que meigos são seus olhos
Lânguida face



Ver que tudo pode retroceder
Que aquele velho pode ser eu
No fundo da alma há solidão
E um frio que suplica um aconchego



Vermelhos são seus beijos
Quase que me queimam
Que meigos são seus olhos
Lânguida face
Seus beijos são vermelhos
Quase que me queimam
Que meigos são seus olhos
Lânguida face


segunda-feira, 26 de julho de 2010

Reforma e construção pessoal

Já pensei em publicar um manual de vida de solteiro. Coisas que faço bem como: cozinhar e lavar louça. O restante do trabalho de casa, limpar, varrer e coisas do tipo, eu corro para bem distante, confesso. Daí o manual ia sair com duas páginas: uma de comida rápida e outra com uma marca de detergente.
No fim, quem sabe é quem vive. E viver sozinho não é fácil.
Quando você encara uma reforma então, a coisa piora. Meu pai - que para mim já era um santo, a coisa mais próxima de deus que conheço - me ajuda de uma forma que não vou conseguir retribuir nunca, pura e simplesmente pelo fato de não ter como medir o que ele faz. Cuida de tudo, mas ainda fica a minha parte por fazer, o meu toque afinal, é a minha casa.
Mãe é a pessoa que dispensa palavras. Tenho sorte de ter algumas espalhadas pelo mundo. A que me carregou no ventre já superou aquela coisa de parecer com deidade, sempre será mais que isso. Mãe é mãe, é uma palavra que não cabe na boca de quem fala, muito menos nos ouvidos de quem escuta e estoura o coração de quem sente. Quem me liga, me pergunta da alergia, me cobra se tirei a roupa do varal e diz que vai lá para ajudar a arrumar tudo depois da reforma.
Nos dois parágrafos anteriores descrevi como me tratam as duas pessoas que um dia sonharam comigo, que me esperaram, que tiveram paciência de me limpar, dar banho e cuidar dos meus joelhos machucados...
Hoje quando preparo a minha casa pensando na minha família, numa outra fase, nos meus filhos, um monte de coisas vem a minha cabeça. De como o tempo passa rápido para quem tem pressa; que cor vai ser o quarto do bebê, se menino ou menina se no ano que vem ou depois da faculdade.
Família, me ensinaram a ser assim...


quinta-feira, 22 de julho de 2010

Em construção

Gostaria de avisar aos três leitores do Blog que estou passando por reformas na minha casa o que me impede de postar com frequência. Logo que terminar tentarei atualizar convidando todos os três para a festa da casa nova.

P.S. Como todos sabem, construir gasta muito. Quem tiver um bom coração e um saco de cimento sobrando basta me mandar um email.

Abraços

segunda-feira, 12 de julho de 2010

Cinema no Teatro - É Hoje!

Hoje às 19h no Teatro Ferreira Gullar!

Antes do Anoitecer

titulo original: (Before Night Falls)
lançamento: 2000 (EUA)
direção: Julian Schnabel
atores: Javier Bardem , Olivier Martinez , Andrea Di Stefano , Johnny Depp , Sean Penn
duração: 125 min
gênero: Drama


Vá! Participe!

sexta-feira, 9 de julho de 2010

O livro de Eli

Denzel Washington é um ator das massas, pelo menos aqui no Brasil. Sempre rouba a cena, por isso, talvez, seu melhor filme não seja o Livro de Eli (The Book of Eli - EUA; 2010) contudo, o potencial de discussão sobre o livro é enorme e Denzel nunca passou nem perto disso em seus filmes anteriores. Apocalíptica, surreal e surpreendente, todos esses adjetivos cabem para a película.

Mundo de pós guerra, atmosfera já vista antes em Mad Max, comida água e paz são racionadas; líderes violentos, cães de guarda... tudo isso garante a ação do filme. Um homem aparentemente comum, um andarilho com uma missão que ocupa sua vida há trinta anos. Eli. Em meio ao colapso a humanidade culpa a informação pela guerra. Livros são queimados e crer-se que a religiosidade foi a causa de tudo.

Eli anda rumo ao Oeste e encontra com Solara, pessoa necessária para concluir sua missão. Escrava, seu senhor tem a visão do domínio sobre as pessoas, o domínio que a religião - aqui a religião cristã - tem sobre o ser humano; busca sem cessar por uma bíblia;  a qual, o último exemplar está com Eli. 

O líder violento, senhor de Solara, consegue seu intento. Mas não consegue ler o Livro Santo. Apenas quem não consegue ler tem o dom da leitura da Bíblia. Eli cumpre sua missão, devolve o livro para a humanidade. Eli era o livro. 

Falar abertamente sobre religião não é para qualquer pessoa. Pouquíssimos conseguem se desligar da religião para ouvir uma opinião contrária, creio que uma guerra de proporções catastróficas como a do filme tenha sido causada por esse tipo de conduta. O filme vale muito a pena mas, para a reflexão, se é para ver Denzel em ação faça a locação de Nova Iorque Cidade Sitiada.

No fim, o bem vence, o que é normal. Mas, vivendo o filme, acredita-se que religião tenha que ser tratada de uma forma diferente, com mais valores e menos violência envolvida.

Campanha morro abaixo Like a Rolling Stone



quarta-feira, 7 de julho de 2010

Dor

SER


O filho que não fiz
hoje seria homem.
Ele corre na brisa,
sem carne, sem nome.

Às vezes o encontro
num encontro de nuvem.
Apóia em meu ombro
seu ombro nenhum.

Interrogo meu filho,
objeto de ar:
em que gruta ou concha
quedas abstrato?

Lá onde eu jazia,
responde-me o hálito,
não me percebeste
contudo chamava-te

como ainda te chamo
(além, além do amor)
onde nada, tudo
aspira a criar-se.

O filho que não fiz
faz-se por si mesmo.





(Carlos Drummond de Andrade) 




-----


Tristeza é uma coisa difícil de escamotear...



terça-feira, 6 de julho de 2010

Vinte e cinco anos de solidão com putas

No livro Memórias de Minhas Putas Tristes, Gabriel Garcia Marquez, começa a narrativa com a locução: "Do alto dos meus noventa anos" - ou algo parecido, já que uma das minhas - chicas tristes - levou o livro e estou sem a referência, enfim, é isso ou algo que o valha - para narrar um amor que seria esdrúxulo se não fosse amor, esse "ser" sem precendentes ou sem compreensão. 

Quem teve acesso a obra de Marquez o viu em desespero em Cem Anos de Solidão. Uma vida onde amores vem e vão, uma onda de romance, tragédia, morte, euforia, religião, sobrenaturalismo, política, vaidade e muitas outras desgraças humanas dentro de Macondo. 

Marquez, não é meu sobrenome mas, passa perto. Passei por uma chuva macondiana de cinco anos - onde parei no tempo esperando a chuva passar, deixando para resolver tudo quando o céu estivesse limpo e as vidas um pouco menos aquosas. Não matei nem morri; felizmente. Mas a beleza um dia foi estender um lençol no quintal e voou da minha casa para sempre. Recluso que era, o mal desatou a corda que no arrojo me sufocava. 
 
Meu parente famoso adora a solidão, viveu uma de cem anos. Vivi uma de vinte e cinco. Um quarto do tempo onde ocorreram revoluções, liberdades e reclusões de puro sentimento. Hoje a vida desemboca em mim mais uma vez. Meus filhos que estão pelo mundo - o mundo da minha consciência - voltarão para mim, mas não depois da minha partida. 

Do alto dos meus vinte e cinco anos, as minhas memórias - não as memórias de minhas putas - talvez sejam felizes. Mas, o que me garante que a tragédia de macondo não vai acontecer na minha vida? Uma coisa somente: meu sobrenome é Marques e não Buendía.

segunda-feira, 28 de junho de 2010

Mapa do surrupio



Mapa mundial de percepção da corrupção, quanto mais vermelho mais sangue!
Fonte: http://www.transparency.org/   - 2009

Partidarismo, memórias e atualidade

É sabido que, hoje, os governos são pragmáticos mas, política boa é aquela que você apanha de polícia na rua. O porque disso eu vou tentar explicar: Quando você vai atrás de um ideal, quando ergue uma bandeira, quando passa a viver um sonho e a ele se agarra, as lutas são parte de tudo. Protestos, barricadas, propaganda, tudo vale quando o sonho de mudar a realidade persiste.
O que vejo hoje no Maranhão é que isso não existe mais. É claro, isso é uma opinião pessoal e como tal é limitada ao meu limitado conhecimento, observação e prática política. O apoio do PT a duas bandeiras é o limiar de uma condição sem precedentes onde a ordem pragmática deixou para trás a moral partidária idealista.
Quando estava no movimento estudantil, tinha uma crença e minha crença baseava-se no estatuto feito por e para os estudantes. Na época - hoje eu não sei - a UMES era uma união estudantil apartidária, coisa que, na realidade nua e crua nunca aconteceu. O embate entre PT e PSB na eleição de 2002 terminou em confusão, brigas, vereadores, sindicalistas e o pior de tudo: estudante socando estudante na cara. Estava lá, bati e apanhei.
Parece só uma memória, mas na eleição posterior vi JB ser empossado por Magno sem nenhuma legitimidade em mais uma manobra partidária dentro da eleição da UMES. Isso aconteceu na AABB. As coisas, a essa altura, não eram sequer feitas de uma forma velada.
Movimento estudantil, partidário, grêmio, eleições, acho que aquilo que ocorreu no início da década que termina era o prelúdio do fim. A moral partidária está em crise. Os políticos profissionais deixaram de ser exclusividade da direita progressista - uso direita e esquerda ainda porque no esboço histórico isso cabe - e passaram a gerar filhotes nos rincões partidários de esquerda onde, uma vez depositados os ovos de basilisco, a eclosão da corrupção é questão de tempo.

P.S. Pergunte na rua: O que é corrupto? Nunca, em qualquer rua do Brasil, alguém vai responder que se trata de crustáceo decápode, ou seja, a corrupção corrompeu até o seu nome. Corrupto hoje, é sinônimo de político. Devíamos ter vergonha disso.

P.S.2. Político pragmático no meu dicionário: Joel Costa do PP (Partido do Prefeito), Enéas Rocha ( naquele episódio de entra e sai do PT- hoje competente secretário de Madeira, verdade seja dita).

P.S. 3. Pronto, agora chame os amigos, vista sua camisa oficial, junte três ou quatro vuvuzelas e vá a luta pelo HEXA junto com o Brasil dos Crustáceos!


Sombras (Sobras)

Lembrei de um tempo que eu era sombra
E das eras que passei
E dos sussuros pelos muros

Quando te perseguia até no sono
Quando eu queria ser seu dono
Espectro como eu, não sou dono nem meu

Quando se vive por alguém
Não se morre por si
Só por ela e, ainda, uma vez é pouco

Quando eu morria todo dia
Quando a escuridão me caía
Aí é que vivia, a esperar morto,
Como sombra do que fui, sua sombra

Pelos muros, parques
Copas das árvores, sinais
Postes, hostes celestiais
Entenda, coisa assim não vê a sombra da morte

Lembrei, na morte de hoje
Que dois são dois
Um só não vive
Sem a sombra, que é o outro, que sou eu.



João da Luz

(Fevereiro, 2007)

terça-feira, 22 de junho de 2010

Duas vozes

"Saudade é um pouco como fome. Só passa quando se come a presença. Mas às vezes a saudade é tão profunda que a presença é pouco: quer-se absorver a outra pessoa toda. Essa vontade de um ser o outro para uma unificação inteira é um dos sentimentos mais urgentes que se tem na vida".

Clarice Lispector

--------------

Aquela Criança de Sempre
(Reinaldo Arenas)

Sou esse menino desagradável,
sem dúvida inoportuno,
de cara redonda e suja,
que fica nos faróis,
onde as grandes damas tão bem iluminadas,
ou onde as meninas que parecem levitar,
projetam o insulto de suas caras redondas e sujas.



Sou uma criança solitária,
que o insulta como uma criança solitária,
e o avisa:
se por hipocrisia você tocar na minha cabeça,
aproveitarei a chance para roubar-lhe a carteira.



Sou aquela criança de sempre,
que provoca terror,
por iminente lepra,
iminentes pulgas, ofensas,
demônios e crime iminente.



Sou aquela criança repugnante,
que improvisa uma cama de papelão
E espera, na certeza,
que você me acompanhará.

sábado, 19 de junho de 2010

Antes do Anoitecer (Cinema no Teatro)


Antes do Anoitecer
(Before Nigths Falls - 2000 (EUA) - de Julian Schnabel)

Javier Bardem é o protagonista desse belo filme (antes eu só o conhecia como o assassino sanguinário Anton Chigurh que lhe rendeu o oscar de melhor ator coadjuvante no "Onde os fracos não tem vez"), que tem a revolução e a implementação do regime comunista cubano como plano de fundo.
Trata-se da história de Reynaldo Arenas, escritor cubano homossexual nascisdo na ilha em 1943, muda-se do interior para Havana aos vinte anos onde tem contato com literatura e passa a trabalhar na biblioteca nacional; nessa época também estuda filosofia.
O filme perpassa pelo o ideal revolucionário da juventude do escritor, sua homossexualidade, encontro com as letras, dificuldade de publicação e a total desilusão com o governo do seu país.
Tenta sair de Cuba, coisa que só consegue após a liberação pelo governo cubano de alguns dissidentes. Chega a Nova York onde morre em 1990 vítima da AIDS.
Película assinada por Julian Schnabel, não tem, nem de longe, apenas a intenção de ser um filme biográfico. Sem sombras de dúvida faz ressurgir o debate sobre o regime comunista cubano e seu cabimento. Mesmo tendo sido lançado a uma década o trabalho é atual e instigante. O debate sobre a liberdade sexual é outra aba que com certeza deve ser aberta; bem como prisões, torturas e tolhimentos a produção intelectual.
Ainda com a participação impecável de Johnhy Depp fazendo dois personagens surpreendentes, trágicos se não fossem cômicos.

---------

Ótimo filme! Espero poder vê-lo com todos no Cinema no teatro deliciando- se com uma boa pipoca e posteriormente debatendo as questões e idéias que surgirem!


Fim da greve e a escolha

Terminou a greve de fome dos integrantes do Partido dos Trabalhadores e com ela surgiu ,pela primeira vez no Brasil, a possibilidade de duas vertentes políticas e a mesma bandeira. 
Agora você pode escolher ser PT de Direita ou PT de Esquerda! Sem punições, dois palanques serão levantados pelo PT maranhense um com Flávio Dino (da Silva Sauro) e outro com Roseana (The White)!
É aquele tipo de coisa que você pensava que não estaria vivo para ver.


sexta-feira, 18 de junho de 2010

José Saramago


José Saramago
 1922 - 2010

Pensar, pensar. 

"Acho que na sociedade actual nos falta filosofia. Filosofia como espaço, lugar, método de refexão, que pode não ter um objectivo determinado, como a ciência, que avança para satisfazer objectivos. Falta-nos reflexão, pensar, precisamos do trabalho de pensar, e parece-me que, sem ideias, nao vamos a parte nenhuma."

quarta-feira, 16 de junho de 2010

Eleições do Sindicato dos Urbanitários



Desde a batalha épica de 2002 pela diretoria da UMES - memorável -, que não participava diretamente de algum pleito - salvo uma eleição para o CAHIS da UEMA onde o idiota que era presidente de chapa votou na chapa adversária e empatou a eleição, saí fora do processo depois disso. Rusgas e picuinhas a parte, estou na chuva não para me molhar e sim para trabalhar pela classe. O partidarismo no movimento estudantil já era forte, no movimento sindical é espinha dorsal, é necessário, acima de tudo.

Sou funcionário da Eletrobras - Eletronorte e pretendo fazer valer a representatividade e confiaça que em mim seja depositada pelos meus colegas. Não parece papo de candidato, é papo de candidato! Depois das decepções partidárias não pensava em me candidatar a nada, mas o verme ficou e falou mais alto.


CHAPA 1!


segunda-feira, 14 de junho de 2010

Greve de fome é o fim

No blog do Professor Isnande Barros, assiti ao vídeo dos Deputados Domingos Dutra a Manoel da Conceição, iniciando uma greve de fome contra o que alguns chamam de "estupro" político no PT do Maranhão. A bandeira do Partido sairá nas mãos de Roseana. Greve de fome vai dar em alguma coisa? Acho que não!
Enquanto o povo desse Estado estiver de greve mental não haverá progresso. O nome de Flávio Dino é forte, sim. Mas, não mais forte que o de Roseana. Na edição do Jornal O Progresso do dia 30 de maio (São Luís) foi veículada uma matéria que tratava do interesse em estar com o PT na campanha. Todos querem a estrela petista muito pela representatividade e garantia de votos das bases mas, mais ainda pelo tempo nos programas eleitorais na TV.
Aqui a campanha será, no mínimo, confusa. Greve de fome é folclore, é desperdício de tempo e de mídia, é ato que pode ter algum valor honroso mas, vá lá, a essa altura do campeonato isso não cabe mais.
O Estado é massacrado por anos durante sucessivos governos irresponsáveis, tem um partido de "oposição clássica" contra um governo de oligarquia que, por sua vez, faz uma manobra política típica de xadrez, estratagema puro de cabedal de raposa felpuda, e o que temos em resposta? Greve de fome! Ah!

quarta-feira, 9 de junho de 2010

Seleção Campeã do Mundo



Escalação

 da Silva
Ferreira
Vincento
Paco
Cicero
Roca
Santos
Pardilla
Beranco

Gomez
Allejo
 
(Considerado por muitos melhor que Pelé)

Na reserva
 
Sousa
Marengez
Negros
Rivero

terça-feira, 8 de junho de 2010

STJ garante pau duro mais barato!

Da globo.com



Preço do Viagra vai cair até 50%, anuncia fabricante.


Patente vence no próximo dia vinte e empresas poderão produzir genéricos. Remédio também vai ganhar embalagem com apenas um comprimido.


--------


A lei de patentes brasileira (9290/96) em seu Art. 40 preconiza que as patentes de invenção vigoram com exclusividade durante vinte anos a contar da data do registro. O viagra foi registrado pela primeira vez na Europa em 1990.


Há quem critique a legislação brasileira pela quebra de patentes, sobretudo em questões onde são investidos altos valores nas pesquisas. Eu critico quem não compartilha tecnologia.


Quem vai ficar de pau duro por um preço mais em conta deve ter gostado da novidade afinal, disfunção erétil é um problema de saúde encarado por muitos com preconceito.


Quem vai sentir o membro rígido entrando por trás será a Pfizer, que deve perder cerca de 30% do mercado no próximo ano.


A decisão é do STJ e foi prolatada no mês de abril.